sábado, 30 de julho de 2011

Minha vida era vestir a armadura e relembrar com dor pela milésima vez todos os últimos podres de todas as pessoas podres que passaram ultimamente pela minha vida. Você acaba de zerar tudo. Com a parte mais quente das suas costas, com o seu medo de beijo na orelha e com o seu jeito de se desculpar por falar demais e balançar os pés, você acaba de me salvar.  Esse texto é pra te falar uma coisa boba. É pra te pedir que não tenha medo de mim. Sabe esses textos que eu publico aqui, falando putaria? Sabe esses textos falando que eu sei disso e sei daquilo? Eu não sei de nada. Eu só queria ser salva das pedras, eu só queria aprender a pegar carona nas ondas.
Eu só queria que isso que eu to sentindo agora durasse mais de uma semana. Eu só queria poder chegar em casa e ver tudo diferente. Ver tudo bonito. Ver tudo como de fato é. E você salvou minha vida. O mundo está lindo. Não tenha medo de mim.

Tati Bernardi
Minha maior tristeza é que todo novo amor que eu arrumo vem sempre com algum velho amor tão longo e bonito. E eu sofro porque com pouco tempo não consigo ser melhor que o muito tempo. E de sofrer assim e enlouquecer assim, nunca dou tempo de ser muito para esses amores porque estrago antes.
Tati Bernardi

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Não é raro, tropeço e caio. Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho. Claro que dói, mas tem uma coisa: 
A minha fé continua em pé. 
Ana Jácomo




Sonhei que você sonhava comigo. Parece simples, mas me deixa inquieto. Cá entre nós, é um tanto atrevido supor a mim mesmo capaz de atravessar — mentalmente, dormindo ou acordado — todo esse espaço que nos separa e, de alguma forma que não compreendo, penetrar nessa região onde acontecem os seus sonhos para criar alguma situação onde, no fundo da sua mente, eu passasse a ter alguma espécie de existência. Não, não me atrevo.
Caio F. Abreu 

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Vai sim, vai ser sempre assim. A sua falta vai me incomodar, e quando eu não agüentar mais, vou chorar baixinho, pra ninguém ouvir. Vai sim, vai ser sempre assim, um pra cada lado, como você quis. E eu vou me acostumar, quem sabe até gostar de mim. Mesmo que eu tenha que mudar móveis e lembranças do lugar, o meu olhar ainda vê o seu me devorando bem devagar. Vem, que eu ainda quero, vem. Quando menos espero a saudade vem, e me dá essa vontade, vem que eu ainda sinto frio, sem você é tudo tão vazio. Vem me dar essa vontade, vem que esse amor ainda é meu. Troco todos os meus planos por um beijo seu, e essa noite pode terminar bem.
Da música Eu espero, Luíza Possi
Mas sou atrevida por natureza e adepta da frase de Nietzsche: "Odeio quem me rouba a solidão sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia". Ai, Nietzsche você sempre soube! É isso mesmo. Eu odeio e assino embaixo. E odeio com todas as forças, com todas as letras, em capslock, de trás para frente, em inglês ou latim. EU ODEIO. Sou uma ótima companhia para mim mesmo, adoro ficar sozinha, lendo, escrevendo ou fazendo o meu nada. Prefiro me afundar em mim a ter que ouvir gente falando merda ou contando vantagem.
Fernanda Mello

Sei que as coisas são complicadas. Mas ao mesmo tempo simples. Elas se complicam à medida que se tem medo da simplicidade – porque essa simplicidade deseja o fato em si, a verdade.
Clarice Lispector


Porque a cabeça da gente é uma só, e as coisas que há e que estão para haver são demais de muitas, muito maiores diferentes, e a gente tem de necessitar de aumentar a cabeça, para o total. Todos os sucedidos acontecendo, o sentir forte da gente - o que produz os ventos. Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. 
Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura.

Guimarães Rosa

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Eu briguei com meu coração. Disse que jogasse o amor antigo fora. Ele deu nó. Coração não entende ordens. De um lado a razão exigindo. De outro o coração tentando. A verdade é que nem tudo sai como o planejado. Mas a gente tenta. Um amigo meu me disse que fica surpreso como eu racionalizo os sentimentos. Eu perguntei se falava de mim. Acho que sofro calada. Calada. Maquiada. E de salto alto. Mas manter a pose cansa. Cansa ser racional. Cansa enganar o coração. Cansa ser forte. A verdade é que hoje eu vi um livro que você me deu e chorei calada. Porque é feio chorar por amor perdido. Mas… quer saber? Estou com sinusite. E não estou nem aí para escrever bonito. Quero respirar de novo e amar alguém como um dia eu te amei.
Alguém aí acredita em segundo amor?
(Fernanda Mello)
Foram muitos dias nessa tortura, então entenda que percorri todas as rotas de fuga. Cheguei a procurar notícias suas pelos jornais, pois só um obituário justificaria tamanha demora em uma ligação. Enfim, por muito mais tempo do que desejaria, mantive na ponta da língua tudo o que eu devia te dizer, e tudo o que você merecia ouvir, e tudo. Mas você não ligou. Mando esta carta, portanto, sem esperar resposta.
Nem sequer espero mais por nada, em coisa alguma, nesta vida, pra ser sincera.
No que se refere a você, especialmente, porque o vazio do seu sumiço já me preenche; tenho nele um conforto que motivos não me trarão.
Não me responda, então, mesmo que deseje. Não quero um retorno; quis, um dia, uma ida. Que não aconteceu, assim deixemos para lá. Estaria, entretanto, mentindo se não dissesse que, aqui dentro, ainda me corrói uma pequena curiosidade. Pois não é todo dia que uma pessoa não vai e não liga, é? As pessoas guardam esses grandes vacilos para momentos especiais, não guardam? Então, eis a minha única curiosidade: você às vezes pensa nisso, como eu penso? Com um suave aperto no coração? Ou será que você foi apenas um idiota que esqueceu de ir?
Fernanda Young
Desculpem o trocadilho infame, mas a vida é feita de altos e baixos. Altos, fortes, morenos, sensuais, possíveis...
Tati Bernardi


Porque me dá vontade de ser bom,
de ser como eu sou de manhã,
quando não tenho raiva de ninguém.

Caio F. Abreu
Conta a lenda que tudo que cai nas águas deste rio - as folhas, os insetos, as penas das aves - se transforma nas pedras do seu leito.
Ah, quem dera eu pudesse arrancar o coração do meu peito e atira-lo na correnteza, e então não haveria mais dor, nem saudade, nem lembranças...
Do livro, Na margem do rio Pietra eu me sentei e chorei

terça-feira, 26 de julho de 2011

Eu sei que dá vontade, mas não dá pra ligar pro desgraçado e dizer: "ei, tô sofrendo aqui, vamos parar com essa estupidez de não me amar e vir logo resolver meu problema?" Mas amor, minha querida, não se pede, dá raiva, eu sei. Ele roubou sua leveza mas, por alguma razão, você está vazia. Mas não dá, nem de brincadeira, pra você ligar pro cara e dizer: "ei, a vida é curta pra sofrer, volta, volta, volta." Porque amor, meu amor, não se pede, é triste, eu sei bem. É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Tanto amor querendo escrever uma história. É triste saber que falta alguma coisa e saber que não dá pra comprar, substituir, esquecer, implorar.
Mas amor, amor não se pede, se declara. E quer saber? Ele sabe. Ele sabe.
Tati Bernardi

E essa falta cresce à cada dia, de forma avassaladora…quando enfim penso que estou me acostumando, que estou te esquecendo, você ressurge de forma inesperada ocupando todos os espaços, transbordando de dentro de mim...e é nessa inconstante loucura que vivo sem te ter.
Caio F. Abreu

A lembrança da vida da gente se guarda em trechos diversos, cada um com seu signo e sentimento, uns com os outros acho que não se misturam. Contar seguido, alinhavado, só mesmo sendo as coisas de rasa importância. Tem horas antigas que ficaram muito mais perto da gente do que outras, de recente data.
Guimarães Rosa

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Somos donos dos nossos atos, mas não somos donos dos nossos sentimentos.Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos.Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos... Atos são pássaros engaiolados; sentimentos são pássaros em vôo.
Mário Quintana

Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza.
Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar — e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo.

Caio F. Abreu

Amei meu níver! =)

Uma das mais saborosas sensações de liberdade que eu conheço é flagrar meu coração feliz sem precisar de nenhum motivo aparente. Rio e me sinto mar.
Ana Jácomo

domingo, 24 de julho de 2011

Feliz Níver pra mim!!! =)

 Não sou para todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes tem um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias.
Caio F. Abreu



Feliz Aniversário pra mim!!! =)

sábado, 23 de julho de 2011

Não gosto desse passarinho. Não gosto de violão.
Não gosto de nada que põe saudades na gente.
Guimarães Rosa
Parte de mim dói ao pensar que ela está tão perto e eu não posso tocá-la, mas nossas histórias seguiram caminhos diferentes. Não foi fácil aceitar essa verdade simples, pois houve um tempo em que nossas histórias eram uma só, mas isso aconteceu seis anos e duas vidas atrás.
Nós dois temos lembranças, é claro, mas aprendi que as memórias podem ter uma presença física, quase viva, e nisso ela e eu também somos diferentes. Enquanto as lembranças dela são estrelas no céu noturno, as minhas compõem o assombrado espaço vazio entre elas.
Do Livro, Querido John

Amo essa música!

90 milhas fora de Chicago, não consigo parar de dirigir, não sei por quê. Tantas questões, eu preciso de uma resposta. Dois anos depois e você ainda está na minha mente. O que foi que aconteceu a Emilia Earhart? Quem sustenta as estrelas no céu? É verdade que amor verdadeiro só acontece uma vez na vida? O capitão do Titanic chorou? Algum dia nós saberemos se o amor pode mover uma montanha. Algum dia nós saberemos porque o céu é azul. Algum dia nós saberemos porque eu não fui destinado para você. Alguém sabe o caminho para Atlântida? Ou o que o vento diz quando ela chora? Estou passando pelo lugar onde te conheci, pela 97ª vez...esta noite. Algum dia nós saberemos porque Sansão amou Dalila. Um dia eu irei dançar na lua. Algum dia você saberá que eu era o único para você. Eu comprei uma passagem para o fim do arco-íris, eu observei as estrelas colidirem no mar. Se eu pudesse perguntar a Deus apenas uma questão...Por quê você não está aqui comigo... esta noite?

New Radicals - Someday We'll Know

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Mas isso passaria, com o tempo. Sempre passava, infelizmente. O machucado no coração que, no começo, parece tão sensível ao toque, com o tempo se transforma em todas as tonalidades do arco-íris e pára de doer. Chegamos a esquecer que temos coração, até que apareça a vez seguinte. E é quando tudo acontece de novo e nos espantamos em verificar como foi possível esquecer. Pensamos: "Este é mais forte, este é melhor...", porque na verdade, não conseguimos lembrar bem da vez anterior.
Erica Jong

quinta-feira, 21 de julho de 2011


(...) Seja imprudente porque, quando se anda em linha reta, não há histórias para contar.(...) Ligue sem motivo para o amigo, leia o livro sem procurar coerência, ame sem pedir contrato, esqueça de ser o que os outros esperam para ser os outros em você.
(...) Cometa bobagens. Ninguém lembra do que foi normal.Que as suas lembranças não sejam o que ficou por dizer. É preferível a coragem da mentira à covardia da verdade.

Fabrício Carpinejar
Tem um lugar meu ai dentro, e um enorme aqui pra você. Esses lugares vão se completar quando a gente se ver, se falar, se tocar, se sentir. Por isso talvez estamos evitando agora, mas é tudo uma bobagem porque independente de quanto tempo passe, esses lugares vão sempre se preencher quando a gente se encontrar. É inevitável. É seu, é meu. As outras pessoas apenas arrumaram outros lugares pra elas dentro de você e de mim. Talvez maiores, talvez não. Sei que no meu só eu me encaixo e no seu só você. Pessoas são insubstituíveis, acredito que lugares também.


"...na vida, no coração, na cabeça..."

Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perda de espaço, tempo, paciência e sentimento. 
Tem tanta gente interessante por aí querendo entrar. 
Deixa. Deixa entrar: na vida, no coração, na cabeça.
Caio F. Abreu

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Vou ensinar o que agorinha eu sei, demais:
é que a gente pode ficar sempre alegre, alegre,
mesmo com toda coisa ruim que acontece acontecendo.
A gente deve de poder ficar então mais alegre,
mais alegre, por dentro!
Guimarães Rosa
**Isso é o que acontece quando se tem os melhores amigos!!! =)

Feliz Dia do Amigo! ")

(...) entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão dos poucos e bons. Esforce-se de verdade pra diminuir as distancias geográficas e de estilos de vida porque quanto mais velho você ficar, mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.
Pedro Bial


AMO VOCÊS PESSOINHAS! =)

terça-feira, 19 de julho de 2011

 - Seja como for - disse o Espantalho-, eu vou pedir um cerébro em vez de um coração; porque um bobo não ia saber o que fazer com um coração se tivesse um.
- Pois eu vou pedir um coração - replicou o Lenhador de Lata. -Porque um cerébro não torna uma pessoa feliz; e a felicidade é a melhor coisa do mundo.
Dorothy não disse nada, porque ela estava intrigada em descobrir qual de seus novos amigos estava certo.
Do livro, O Mágico de Oz
A prova de que estou recuperando a saúde mental, é que estou cada minuto mais permissiva: eu me permito mais liberdade e mais experiências.
E aceito o acaso. Anseio pelo que ainda não experimentei. Maior espaço psíquico.
Estou felizmente mais doida.


Clarice Lispector

Hoje de manhã eu acordei e fiquei olhando para tudo catatônica, um misto de susto com deslumbramento. Me dei conta de que essa é a pior e a melhor fase da minha vida. Eu nunca andei tão triste e nem tão feliz. Foi difícil enterrar tantos mortos e tantas rotinas,mas está sendo muito fácil viver dentro de mim.

Tati Bernardi

segunda-feira, 18 de julho de 2011

É impressionante como eu não gosto de ninguém mas, de vez em quando, escapa um momento, um gesto, uma pessoa perdida e linda e única. E eu fico nessa felicidade de ser uma pessoa boa e capaz dessas coisas boas.
Tati Bernardi

Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... Amadurecimento. Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo. Hoje sei que o nome disso é... Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio.



Charles Chaplin
(...)Resumindo: estar sozinho é triste, enche o saco dos outros e deve fazer mal para a saúde.
Tati Bernardi

domingo, 17 de julho de 2011

Mαs o que quer dizer este poemα? - perguntou-me αlαrmαdα α boα senhorα.
E o que quer dizer umα nuvem? - respondi triunfαnte.
Umα nuvem - disse ela - umαs vezes quer dizer chuvα, outrαs vezes bom tempo...
Mário Quintana

sexta-feira, 15 de julho de 2011

E por falar em saudade onde anda você
Onde andam seus olhos que a gente não vê
E por falar em beleza onde anda a canção
Que se ouvia na noite dos bares de então
Onde a gente ficava, onde a gente se amava
Em total solidão
Hoje eu saio na noite vazia
Numa boemia sem razão de ser
Na rotina dos bares, que apesar dos pesares,
Me trazem você
E por falar em paixão, em razão de viver,
Você bem que podia me aparecer
Nesses mesmos lugares, na noite, nos bares
Aonde anda você?

Vinicius de Moraes
A vida podia ser apenas estar sentado na erva,segurar um malmequer e não lhe arrancar as pétalas,por serem já sabidas as respostas,ou por serem estas de tão pouca importância,que descobri-las não valeria a vida de uma flor.
José Saramago
Não existe razão no mundo porque eu devesse ficar sem ela. Não existe nada mais importante do que o nosso relacionamento, nada. E nós curtimos estar  juntos o tempo todo. Nós dois poderíamos sobreviver separados, mas pra quê? Eu não vou sacrificar o amor, o verdadeiro amor, por nenhuma piranha, nenhum amigo e nenhum negócio, porque no fim você acaba ficando sozinho à noite. Nenhum de nós quer isto, e não adianta encher a cama de transa, isso não funciona. Eu não quero ser um libertino. É como eu digo na música, eu já passei por tudo isso, e nada funciona melhor do que ter alguém que você ame te abraçando.


John Lennon

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube. Pena que os grandes e as cucas confusas não saibam amar. Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito. Penso sempre que um dia a gente vai se encontrar de novo, e que então tudo vai ser mais claro, que não vai mais haver medo nem coisas falsas. Há uma porção de coisas minhas que você não sabe, e que precisaria saber para compreender todas as vezes que fugi de você e voltei e tornei a fugir. São coisas difíceis de serem contadas, mais difíceis talvez de serem compreendidas — se um dia a gente se encontrar de novo, em amor, eu direi delas, caso contrário não será preciso. Essas coisas não pedem resposta nem ressonância alguma em você: 
eu só queria que você soubesse do muito amor e ternura que eu tinha — e tenho — pra você. Acho que é bom a gente saber que existe desse jeito em alguém, como você existe em mim.
Caio F. Abreu



Presta atenção, presta atenção, presta bastante atenção...
Eu moro em Londres uma cidade histórica, linda e vibrante na qual eu amo viver.Você mora em New York que é super estimada.Como o atlântico é largo demais para atravessar todos os dias a nado, de barco ou de avião, vamos decidir isso na moeda. Mas se você não quiser aceitar isso eu deixo Londres com todo prazer se você estiver me esperando do outro lado, porque a verdade é que eu te amo, loucamente, profundamente, verdadeiramente e apaixonadamente!


Do filme, Cartas para Julieta
Prepare- se: vou falar Coisas Duras. Na minha sincera, desinteressada e afetuosa opinião de quem quer te ver feliz: tua relação com o Ernesto não existe da maneira como você pensa. Eu me atrevo a achar. Luciano, desguia, entra noutra, arruma um namorado novo, gatinho sem problemas, que dê cama & carinho. E simples e gostoso. Por que não? Não se puna. Não finja que-os-problemas-foram-superados-e-tudo-está-num-ótimo-astral. Chama uma Ro-Ro, vira a mesa de vez e parte pra outra.
 Você, como qualquer ser humano, precisa de amor — e como ser humano legal e especialíssimo, merece amor de uma pessoa bonita.

Caio F. Abreu

quarta-feira, 13 de julho de 2011



Eu quero desaprender para aprender de novo. 
Raspar as tintas com que me pintaram. 
Desencaixotar emoções, recuperar meus sentidos.

Rubem Alves
Não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma; Esperar não significa inércia, muito menos desinteresse; Renunciar não quer dizer que não ame; Abrir mão não quer dizer que não queira;
O tempo ensina, mas não cura.

Martha Medeiros

terça-feira, 12 de julho de 2011

Eu entendo você, mas não alivio. Está tão acostumada a mergulhar em seu sofrimento, que perdeu o lugar onde dói. Talvez o que doa esteja fora e você nem reparou.

Fabrício Carpinejar

Estar sozinho é ter uma risada nervosa, de quem segura um grito e um choro enquanto ri. Um riso falso para se convencer de que é possível ficar sozinho sem ficar deprimido. Estar sozinho é conferir a caixa de e-mails com uma freqüência que beira a compulsão. É chorar do nada. É acordar do nada. É morrer de medo do nada que fica no estômago. (...) Quando chove, venta, escurece, e você está sozinho, você lembra de Deus e do quanto é pequeno. Estar sozinho é se aproximar de Deus por piedade própria e não por agradecimento, que é o que nos faz aproximar Dele quando estamos amando.

Tati Bernardi


Mas se eu tiver nos olhos
Uma luz bonita
Fica comigo
E me faz feliz
É que eu tô sozinho
Há tanto tempo
Que eu me esqueci
O que é verdade
E o que é mentira em volta de mim.

Da música "Por aí" - Cazuza

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Me dói ter passado tanto tempo atenta a ele — quando ele nunca ficou atento a mim. Rita Lee canta “são coisas da vida".

Caio F. Abreu
E você percebe que a vida dele, que você tanto colocou no pedestal, pode ser um pouco boba ou até mesmo triste.

Tati Bernardi


Costuma-se dizer, dêmos tempo ao tempo, mas aquilo que sempre nos esquecemos de perguntar é se haverá tempo para dar.

José Saramago